Sobre a tembici

Bicicleta para iniciantes: dicas para começar a pedalar diariamente

Atualizado em 04 jul. 2022 Dicas Por: Redação Bike Itaú Leitura: 5 min.

Iniciar uma nova atividade parece desafiador e, ao mesmo tempo, empolgante. Pedalar é um dos hábitos que mais traz possibilidades para quem está começando. Para isso, basta escolher uma bicicleta para iniciantes confortável, que torne a experiência mais agradável e frequente no dia a dia.

Por mais que existam diversas bikes, cada pessoa se adapta de maneiras diferentes. Então, se você está começando a pedalar, não se limite aos modelos que outras pessoas do seu círculo costumam utilizar, pois pode haver outro que atenda suas preferências. Continue a leitura para saber o que considerar ao escolher uma bicicleta para iniciantes.

Como escolher a bicicleta para iniciantes?

Começar a pedalar pode parecer difícil quando não se sabe exatamente o modelo de bicicleta que deve ser utilizado. Porém, trata-se de uma atividade versátil e aberta a múltiplas possibilidades. Conforto, velocidade, agilidade e leveza são algumas das características que podem ser priorizadas em cada modelo.

Como foi dito anteriormente, cada pessoa se adapta de uma forma individual aos tipos de bicicleta, pois cada uma tem uma finalidade diferente. Então, antes de se perguntar quais são as melhores bicicletas para iniciantes, pense sobre como a bike será inserida no seu dia a dia.

Ao pensar em quais momentos ela será utilizada, fica mais fácil definir as características que você deseja encontrar. Por exemplo, se for utilizá-la todos os dias como seu transporte principal, uma boa pedida é a bike urbana, com um banco confortável que não cause incômodos durante o caminho.

Ainda para usar no cotidiano, mas se cansando menos no trajeto, uma opção é a bike elétrica. Por contar com um motor, ela promove um pedal assistido que impulsiona os movimentos em subidas e descidas, diminuindo o esforço no percurso.

Já se você deseja uma facilidade adicional, a bicicleta dobrável pode ser uma boa alternativa. Com ela, há uma preocupação a menos, porque é possível carregá-la em outros modais de transporte, sem ocupar tanto espaço nem necessariamente deixá-la em bicicletários.

Outras opções para iniciantes aventureiros

Para quem quer começar a se aventurar, a bicicleta para iniciantes pode ser uma híbrida ou uma speed. Com o primeiro modelo (que combina características da urbana, da mountain bike e da road bike), o pedal pode acontecer em superfícies asfaltadas e terras como em trilhas.

Já as bicicletas speed têm o diferencial de maior velocidade no asfalto. Mais do que seu trajeto na cidade, ela pode ser uma ótima companheira para o ciclismo de estrada.

O que observar na bicicleta para iniciantes?

Além de escolher o tipo de bicicleta para começar a pedalar, esteja de olho em cada componente básico. O primeiro deles é o selim que, em altura incorreta, causa dores nos joelhos, sobrecarrega os ombros e a lombar. Porém, por ser facilmente regulado, ele pode se adaptar à altura que o ciclista achar melhor.

O segundo ponto de atenção é a marcha. É preciso entender como a troca de marchas funciona, para identificar falhas, e verificar os barulhos, caso a corrente se solte entre as trocas. Quando isso acontece, é preciso realizar a manutenção corretamente.

O ideal para todos os componentes estarem adequados ao corpo do ciclista é fazer um bike fit. Com a ajuda de um especialista, a bicicleta é ajustada para garantir conforto, tanto na altura do selim quanto nas demais regulagens.

Homem andando de bicicleta.

Dicas para começar a pedalar diariamente

Uma das dicas para ciclistas iniciantes é pensar na bicicleta como um transporte facilitador. Por mais que muitos optem por utilizá-la apenas nos momentos de lazer, a frequência de uso durante a semana também ajuda a pegar o ritmo, ter mais prática e se sentir confiante para pedalar por todos os cantos da cidade.

Com a bike, você pode reduzir o tempo de deslocamento em trajetos simples do dia a dia. Comece pelos caminhos que já está acostumado, como a ida ao supermercado, à casa de amigos e à consulta no dentista, depois aumente as rotas com o apoio de um mapa.

Se estiver se sentindo sozinho enquanto pedala, a dica é procurar por grupos de ciclismo. Com outros colegas, pedalar se torna ainda mais divertido e constante, como em pedais noturnos, comuns para quem participa desses grupos.

Além disso, uma possibilidade de diversificar o pedal é pegar uma trilha de bike para iniciantes. Nesse caso, pesquise a rota com antecedência para entender o caminho, as particularidades da região e se preparar para imprevistos, como pequenas manutenções no pneu.

Não posso comprar uma bicicleta, e agora?

Se você está em busca de uma bicicleta para iniciantes e não pode investir no valor completo, o sistema de compartilhamento é uma alternativa. Com bike Itaú, é possível alugar uma laranjinha em diversas cidades brasileiras e escolher entre o modelo tradicional ou elétrico, dependendo da disponibilidade do local.

Basta fazer o cadastro na plataforma e assinar um dos planos, que variam entre uso unitário, mensal e anual. São diversos valores que garantem mais economia financeira em deslocamento e tempo. Dessa forma, você tem a liberdade de escolher seus próprios trajetos enquanto coloca o corpo em movimento diariamente.

Conte com a bike Itaú para começar a pedalar!

Agora que já sabe como escolher uma bicicleta para iniciantes, você pode aproveitar a visita em nosso blog para ler mais sobre as bicis. Se você ficou interessado em pedalar com as laranjinhas compartilhadas, não deixe de conferir o site da bike Itaú!