Sobre a tembici

Qual a melhor cadência para pedalar? Entenda sobre o assunto!

Atualizado em 21 fev. 2022 Saúde e Bem-estar Por: Redação Bike Itaú Leitura: 5 min.

Uma grande dificuldade no ciclismo pode ser encontrar a cadência ideal para realizar suas viagens tranquilamente e de maneira confortável. Afinal, há quem prefira mais força e menos giro, e aqueles que optam por aplicar menor força. Sendo assim, descubra qual a melhor cadência para pedalar e torne seu percurso mais agradável.
Como sabemos, encontrar qual a melhor cadência para pedalar pode ser uma tarefa difícil. Assim, desenvolvemos um conteúdo exclusivo para você se aprofundar no assunto e descobrir qual o seu ritmo ideal. Continue a leitura e confira nossas incríveis dicas.

O que é cadência no ciclismo?

A cadência no ciclismo nada mais é do que a quantidade de rotações que o ciclista executa por minuto ao girar os pedais (RPM). Ela serve para definir o esforço do ciclista ao pedalar de bicicleta, por esse motivo, a mesma cadência pode não se encaixar para todas as pessoas.
Sendo assim, ao manter o ritmo de giro nos pedais, você está colocando em prática a cadência. Você pode realizar cadências altas, médias ou mais baixas, tudo depende da sua condição física e rotina. Afinal, é importante ter um preparo e se adaptar.

Qual a cadência ideal?

A cadência pode variar conforme o preparo físico, a capacidade cardiorrespiratória e até mesmo o estilo do ciclista. Por isso, não há uma definição exata da melhor para você, tudo depende do seu preparo, rotina, treinos e muitos outros fatores. Assim, uma cadência pode ser a ideal e mais confortável para um ciclista. Contudo, pode não ser para outros.
Pensando nisso, é recomendado para iniciantes manter cadências mais baixas, como, por exemplo, entre 60 a 70 RPM. Dessa forma, você não vai ficar tão ofegante quanto se estivesse numa cadência mais alta. Mas atenção, é importante dosar bem a passagem de marchas para não precisar fazer força demais para girar os pedais. Além de cansar mais rápido, esforço em excesso pode causar lesões.
Além disso, a cadência pode variar conforme a modalidade praticada pelo ciclista. Afinal, no mountain bike, por exemplo, há mais ladeiras, irregularidades do terreno e outros obstáculos que influenciam o número de rotações por minuto realizadas e a força exercida pelo ciclista.
Portanto, não há um ritmo ideal definido. Diversos pontos citados são levados em consideração para encontrar a cadência mais confortável e agradável para você. Contudo, como falamos, alguns fatores ainda podem forçar o ciclista a adaptar sua rotação por minuto e sua força ao pedalar.
homem andando de bicicleta com roupas confortáveis.

Dicas de treinos no ciclismo

Para ter uma ótima condição física e conseguir aumentar sua cadência, é preciso inserir a bicicleta no seu dia a dia. Por esse motivo, que tal ir trabalhar de bike? Já é um treino diário, e ainda é possível economizar ao mesmo tempo.
Pensando nisso, se você deseja melhorar seu desempenho, comece a aumentar aos poucos sua cadência ou seu esforço. Gradualmente, seu corpo responde melhor à atividade. Afinal, não é recomendado partir diretamente para altos níveis de esforço sem que seu corpo tenha tido oportunidade de se adaptar.
Sendo assim, com as bikes inseridas no seu cotidiano, é possível otimizar o tempo, economizar, ajudar o meio ambiente e ainda manter os treinos em dia. Além disso, não é preciso ter sua própria bicicleta para pedalar e realizar os seus percursos. Basta alugá-la!

Bike Itaú

Para tornar o seu dia a dia ainda mais prático, conte com o aluguel de bicicletas Itaú. Com as laranjinhas, é possível inserir as bikes no sua rotina e aos poucos começar a pedalar com mais frequência.
Além disso, com as magrelas espalhadas pelas cidades em pontos estratégicos, ficou ainda mais fácil adicionar o pedal em sua rotina. Dessa maneira, consulte o aplicativo Bike Itaú em seu celular e verifique qual o ponto mais próximo de você. Incrível, não é mesmo?

Devo aumentar minha cadência?

Em uma cadência elevada, você precisará fazer menos esforço para pedalar. Isso é possível com o correto uso das marchas. Dessa maneira, poupará também a musculatura e a condição de seus joelhos.
Em contrapartida, precisará de mais capacidade cardiorrespiratória, ou seja, perderá o fôlego mais rápido se o seu corpo não estiver habituado a atividades aeróbicas intensas. Se esse é seu caso, e se você tem um preparo muscular melhor, pode ser mais interessante baixar um pouco a cadência para conseguir melhor rendimento.
Como falamos, não é possível definir qual a melhor cadência para pedalar — cada ciclista deve realizar suas pedaladas com as rotações por minuto ideais para seu estilo de vida, sua condição física e seu objetivo. Aos poucos, é possível adequar a cadência às suas necessidades e ao seu corpo, aproveitando as vantagens de mantê-la constante ao andar de bike.

Conheça um pouco mais sobre o assunto

Gostou de saber um pouco mais sobre qual a melhor cadência para pedalar? Então, não deixe de conferir nossos outros conteúdos exclusivos e torne suas pedaladas ainda mais confortáveis e agradáveis. Aproveite sua visita e fique por dentro dos nossos excelentes planos!