Sobre a tembici

Conheça 6 pontos turísticos de Recife

Atualizado em 15 jul. 2022 Dicas Por: Redação Bike Itaú Leitura: 5 min.

Visitar uma nova cidade é sempre empolgante, principalmente quando há tempo para conhecer os locais únicos da região. Se você está planejando uma viagem para Pernambuco, mais especificamente para a capital, estas dicas de pontos turísticos de Recife vão guiar seus passeios especiais.

Lembre-se de que um bom viajante está sempre preparado para todas as ocasiões: sol, chuva, dia e noite. Então, faça um roteiro a partir da previsão do tempo e deixe opções reservas para eventuais mudanças de planos. Afinal, são tantos pontos turísticos de Recife que opções não vão faltar.

1. Praia de Piedade

Pedalar na praia é sempre a primeira ideia que vem à cabeça de quem está visitando a zona litorânea. Esse passeio fica ainda melhor quando a região oferece outras atividades para depois do banho de mar e do descanso na areia. Por isso, nossa primeira indicação é a Praia de Piedade.

Localizada na cidade vizinha de Recife, em Jaboatão dos Guararapes, ela é uma das mais badaladas no verão. Para quem deseja pedalar, mas não se preparou, basta utilizar uma das bicicletas compartilhadas pelo sistema bike Itaú, disponível em dois pontos da orla.

Entre as pausas do pedal, você pode experimentar a culinária local nos quiosques, restaurantes e bares da orla. Os frutos do mar são pedidos regulares, mas uma boa pedida, para aproveitar ainda mais, é a culinária típica de Recife, como as bebidas refrescantes com caju.

2. Praia de Boa Viagem

Um dos pontos turísticos de Recife que mais atrai turistas é a Praia de Boa Viagem, que é a continuação do destino apresentado anteriormente. Diferentemente da primeira, essa fica na capital e, segundo as avaliações dos moradores, costuma ser mais limpa, com uma água cristalina. Justamente por isso, é sempre movimentada.

Outro diferencial são as piscinas naturais formadas na maré baixa. Elas são mais rasas e com água morna, sendo ótimas para nadar sem se preocupar com as ondas.

Depois do banho de mar, há diversas opções de restaurantes para repor as energias. Mas se você ainda procura outras atividades, pegue sua bicicleta e pedale no sentido bairro, onde há a Praça de Boa Viagem, repleta de artesanato e mais gastronomia típica de Recife.

3. Parque da Jaqueira

Agora, se você não sabe o que fazer em Recife, mas procura um passeio tranquilo e menos movimentado, vá para o Parque da Jaqueira. Localizado na zona norte da capital, ele possui 820 m de ciclovia, área para bicicross, espaço para dança e yoga, e muito mais.

O mais legal é que os frequentadores que estão apenas de passagem podem alugar a bike Itaú no próprio parque e ter mais praticidade. A economia também é garantida, pois quem não tem um plano pode realizar viagens avulsas de até 30 minutos por menos de R$ 4,00.

Caso tenha viajado em família, as crianças têm espaços especiais. São quatro parques divididos por faixas etárias, e um deles é inclusivo, sendo o primeiro a ser inaugurado na capital. Ele promove o bem-estar com brinquedos adaptados e uma infraestrutura de acessibilidade exclusiva.

Placa de Recife.

4. Recife Antigo

Mais uma indicação famosa dos pontos turísticos de Recife é o próprio Recife Antigo. O bairro tem diversas atividades para os turistas e, como os locais são próximos, dá para pedalar entre um e o outro. Com um planejamento, você não se perde e consegue aproveitar mais o tempo.

A primeira parada indicada é no Parque das Esculturas Francisco Brennand. O complexo que leva o nome do artista pernambucano possui 90 esculturas de autoria dele, e uma delas, chamada de Coluna de Cristal, tem 32 m de altura. Em uma horinha, você visita tudo e pode partir para o próximo destino.

O segundo ponto é o Marco Zero, uma ótima opção para quem não sabe o que fazer em Recife à noite. A beleza do local de fundação da cidade já é enorme durante o dia, mas, ao cair do sol, as luzes que contornam os prédios ao redor da praça dão um charme único. Nele, é possível tirar fotos com o marco e identificar as direções de cada avenida.

5. Capela Dourada

Para quem não sabe para onde ir em Recife e deseja conhecer locais religiosos, a Capela Dourada não pode faltar na lista de atrações. A igreja é considerada um monumento nacional pelo IPHAN e foi o primeiro templo a ser completamente construído com decoração barroca.

Ao observar a estrutura, nota-se o teto e as paredes repletos de pinturas emolduradas em dourado. Nas paredes laterais, também há diversos painéis de azulejos portugueses com pinturas do artista Antônio Pereira, da mesma nacionalidade.

Para otimizar o tempo, ela pode ser incluída no roteiro entre a praia de Boa Viagem e os pontos do Recife Antigo. Assim, você pode admirar cada detalhe da decoração e sair pedalando para outros locais, onde dá para comer e se divertir.

6. Mercados da cidade

Mais indicações, que também podem ser consideradas como pontos turísticos de Recife, são os mercados de São José e da Boa Vista. O primeiro é ideal para quem quer garantir as lembrancinhas de viagem para amigos e familiares.

O segundo fica pertinho de uma das estações de bike Itaú, facilitando o trajeto e a economia de tempo entre um canto e outro. Nele, há diversas opções de comidas e bebidas típicas.

São mais de 60 boxes com comidas variadas (cereais, verduras, frutas, legumes), restaurantes com pratos regionais e bares com opções rápidas de petiscos. Entre as indicações dos turistas, estão os pratos: carne de sol com queijo coalho assado, carne de sol com queijo e batata frita, e torresmo.

Conheça outros locais para pedalar com bike Itaú!

Agora, não tem como dizer que você não sabe o que conhecer em Recife. Pelo contrário, aqui no blog, há diversas opções em mais estados do Brasil, onde os turistas podem pedalar e aproveitar as paisagens regionais.

Se você for para a capital pernambucana, visite os pontos turísticos de Recife com a bike Itaú. Com estações espalhadas pela cidade, você garante economia e mais facilidade para aproveitar as férias!