Sobre a tembici

Onde andar de bicicleta no Rio: Conheça 7 destinos pela cidade

Atualizado em 06 abr. 2022 Dicas Por: Redação Bike Itaú Leitura: 6 min.

Quer se aventurar em novos destinos, mas não sabe por onde andar de bicicleta no Rio de Janeiro? Leia o conteúdo a seguir para conhecer sete lugares recomendados pelos ciclistas cariocas.

Com essas indicações, você pode alternar os trajetos do seu passeio de bicicleta, sair da rotina e turistar pela cidade. Alguns desses destinos ficam perto de pontos turísticos, da praia, e podem proporcionar diversas atividades diferentes além do exercício. Confira!

Aterro do Flamengo

O Parque Brigadeiro Eduardo Gomes, conhecido como Aterro do Flamengo, é localizado entre a região da Praia de Botafogo e o Aeroporto Santos Dumont. Ele é a indicação para quem quer aproveitar o dia em família ou amigos num espaço amplo para pedalar, andar de skate, caminhar ou descansar.

O Aterro possui ciclovia, o que auxilia na acessibilidade dos ciclistas, quadras esportivas (futebol e tênis) e espaços culturais, como o Museu da Arte Moderna (MAM), o Museu Carmem Miranda e o Monumento Estácio de Sá. Assim, as pausas do pedal podem ser dedicadas à apreciação de obras de arte.

Vale destacar que a entrada no MAM é gratuita apenas aos domingos. Então, caso tenha interesse em visitá-lo, esteja atento à programação e aos valores dos ingressos.

Bosque da Barra

Se você perguntar onde andar de bicicleta no Rio, os cariocas da Zona Oeste provavelmente vão recomendar o Bosque da Barra. O parque fica na Barra da Tijuca e pode ser visitado por completo em poucas horas devido ao seu tamanho.

Com espaço arborizado, reforçado pela variedade da fauna e da flora, ele visa a preservação ambiental.  É o local ideal para piqueniques e práticas esportivas, como ginástica, corrida, caminhada e andar de bicicleta.

Para quem deseja visitar e se conectar com a natureza, o bosque fica aberto ao público de terça a domingo, entre 06h e 17h. O acesso pode ser feito direto com a bike, de carro (com estacionamento disponível) ou por transporte público, pela estação do BRT há 10 minutos de distância.

Enseada de Botafogo

Esse é um dos lugares para andar de bike mais recomendados por quem mora no Rio. Isso porque o calçadão da Enseada de Botafogo tem uma das paisagens mais bonitas da cidade, mostrando a Baía de Guanabara, os morros da Urca e o Pão de Açúcar.

Além da vista panorâmica, a região possui uma baía com restaurantes, área para corridas, e o ciclista pode aproveitar para pedalar pelas proximidades. A ciclovia da Enseada, localizada na Zona Sul, fica a 800 metros do Aterro do Flamengo, outro ponto recomendado e que pode ser visitado no mesmo dia.

Mais uma opção é andar de bicicleta até a Casa Rui Barbosa. Atualmente, ela funciona como museu, onde há exposições, documentos literários num arquivo histórico, biblioteca e um amplo jardim. A visita vale a pena para mergulhar no passado, observando a arquitetura e a decoração da época.

Lagoa Rodrigo de Freitas

Se você está se perguntando onde andar de bicicleta no Rio e quer uma dica de local cheio de atividades diferentes, essa indicação é a Lagoa Rodrigo de Freitas. Nessa região, você pode pedalar pela ciclovia com a sua própria bike ou experimentar o serviço do Bike Rio.

Entre uma pedalada e outra, é possível ir no pedalinho pela lagoa, caminhar até o píer, ao Parque dos Patins, Parque da Catumba, e utilizar os aparelhos de ginástica perto do Jardim de Alah. São diversas opções para agradar a todos os gostos e proporcionar momentos únicos de lazer.

Outra dica, mas com custo variado, são as atividades radicais no Parque da Catacumba. Arvorismo, escalada, tirolesa e rapel são organizados por uma empresa privada e são ótimas opções para trazer mais diversão.

Mureta da Urca

A Mureta da Urca é um dos locais que não podem ficar de fora durante a visita pelo Rio. Os turistas costumam visitar a região para aproveitar o final da tarde, observando a baía e o pão de açúcar, e se deliciar com alguns petiscos dos bares próximos.

Por ser um ponto turístico bem movimentado, é melhor chegar cedo se quiser ficar sentado na mureta. Nos finais de semana e após às 18h, o local é o destino do happy hour de quem trabalha por perto, por isso, fica cheio rapidamente. Caso contrário, poderá pedalar pela rua e comer dentro dos restaurantes.

Praia do Rio de Janeiro.

Se chegar cedo e quiser dar uma volta depois, a indicação é seguir para a Praia Vermelha. Ela é pequena e mais escondida, mas ideal para quem quer um banho de mar numa praia menos cheia.

Parque Nacional da Tijuca

O Parque Nacional da Tijuca é perfeito para quem quer andar de bicicleta por outras áreas além da ciclovia. Uma de suas regiões mais frequentadas pelos ciclistas é a estrada de Veneza que dá acesso a uma colina.

Entre 11h e 14h, essa via é mais disputada por quem está pedalando pelo parque. Uma alternativa é chegar antes de o parque abrir e já aproveitar a subida da estrada, que tem acesso independente.

Para aqueles que praticam mountain bike, há duas pistas exclusivas. O círculo da barragem é de média dificuldade, e o circuito dos gecos tem mais desafios, sendo de alta complexidade.

Praia do Arpoador

Para finalizar as indicações de onde andar de bicicleta no Rio, a dica é conhecer a Praia do Arpoador. Localizada no bairro de Ipanema, ela possui uma paisagem rochosa que atrai diversos turistas e moradores locais.

As rochas são disputadas em dias de grande movimento por quem quer ver o pôr do sol com uma vista privilegiada. Para quem está acompanhado pelas bicicletas, também é possível evitar esses pontos irregulares e ficar pela areia ou pela orla.

Essa região ainda tem um diferencial, que é o sistema de compartilhamento de bicicleta elétrica e tradicional. A poucos metros da praia, há duas estações de Bike Itaú, uma próxima à pedra do Arpoador e outra na Avenida Vieira Souto.

Bike Itaú

Quer praticidade e economia enquanto conhece a cidade? Então, faça seu cadastro e escolha um plano no aplicativo de Bike Itaú. Com as bicicletas compartilhadas, você pode ter mais dinamismo no dia a dia, evitar o tempo gasto no trânsito e na espera por corridas de aplicativos.

Além de todas essas vantagens, você pode montar seu próprio trajeto, já que há diversas estações espalhadas pelo Rio. Basta acompanhar a viagem pelo mapa e escolher onde vai deixar a bike na volta.

Acompanhe mais dicas para pedalar

Agora você já sabe onde andar de bicicleta no Rio de Janeiro e pode aproveitar ainda mais a cidade. No entanto, se ainda quer dicas em outras regiões por onde vai viajar futuramente, continue acompanhando os conteúdos em nosso blog. Aqui, você fica sabendo de tudo sobre o cicloturismo e conhece a Bike Itaú!