Capas-site

Atualizado: 06 de Agosto de 2020

Fazendo a nossa parte:

Aprendemos ao longo dos nossos dez anos de existência que quando uma pessoa começa a pedalar, ela transforma sua própria vida. Quando muitas pessoas começam a pedalar, elas transformam cidades inteiras. É esta crença no poder do indivíduo em gerar um bem maior para sociedade que nos norteia neste momento.

Acreditamos que podemos e devemos acelerar a transformação das nossas cidades. Que aproveitemos o momento de volta às ruas para tornar o espaço urbano mais humano e sustentável, sem nunca perder de vista o cuidado de cada um de nós com nossa saúde e a de nossas famílias.

Além de cuidar dos nossos funcionários, nossa energia está direcionada na manutenção e higienização das bicicletas para aqueles que realmente precisam se deslocar, além de promover boas práticas de uso para todos.

Sabemos da importância da bicicleta como transporte individual neste período, inclusive como recomendação da OMS como uma das melhores opções de deslocamento para evitar aglomerações, e acreditamos também no poder de cada pessoa que decide ir de bike, de construir cidades mais humanas e sustentáveis - agora e sempre.

Nosso foco está em fomentar o uso da bicicleta como alternativa de transporte individual e como agente de transformação ambiental e social. Assim como está acontecendo em países que são referência em mobilidade urbana, ao incentivar o uso da bicicleta como transporte principal, como parte das ações de reabertura após isolamento social. Saiba mais.

Aqui, compartilhamos nossas iniciativas para o segundo semestre de 2020, todas alinhadas com o poder público, com diretrizes de órgãos nacionais e internacionais de saúde, e com o apoio do nosso patrocinador, o Itaú Unibanco.

Isenção de planos

Desde o início do isolamento social, como forma de prevenção contra a pandemia do Covid-19, oferecemos a isenção da cobrança da assinatura mensal para quem não estava utilizando o sistema. Essa medida será válida enquanto durar o afastamento social para combater o Covid-19. Tomamos esta decisão com um pedido aos usuários: que evitem utilizar as bicicletas e deixem o sistema disponível para aqueles que realmente precisam.

Conforme acontecerem as flexibilizações da quarentena, por direcionamento das prefeituras, iremos retomar as cobranças das assinaturas. Todos os usuários serão informados com antecedência.

Higienização das bicicletas

Estamos seguindo diretrizes de órgãos de saúde para realizar a higienização das bicicletas, usando álcool 70% ou cloro. A higienização é feita tanto nas bikes que voltam aos nossos centros de operação, como em pontos de maior circulação nas ruas.

Sabemos da importância da bicicleta como transporte individual neste período. Estamos reforçando todas as medidas de segurança e higienização no sistema, para proteção de nossos colaboradores e clientes.

É fundamental que todos mantenham cuidados antes e depois de pedalar, como lavar bem as mãos depois de usar as laranjinhas e evitar tocar no rosto no período de utilização.

Bike para órgãos públicos

Colocamos o sistema à disposição das prefeituras e estados, com planos gratuitos para o transporte de funcionários públicos da área de saúde e outros serviços essenciais durante o período de afastamento social. Entendemos que, neste caso, a bicicleta pode ser uma importante alternativa de transporte individual, permitindo que os profissionais evitem transportes públicos.

Esta página será atualizada com novas ações à medida que elas forem sendo criadas.

 

FAQ

Bike PE:
Com as ações de flexibilização da quarentena e retomada às atividades do Governo de Pernambuco, nosso time já está trabalhando para atender a demanda de todos os usuários do sistema. Após cerca de quatro meses de isenção, a partir de 21/07/2020 a assinatura do Bike PE voltará a ser cobrada para todos os assinantes, que poderão usar uma laranjinha, normalmente, a partir de qualquer estação Bike PE.

 

A isenção permanece para assinantes do Bike Rio, Bike Sampa, Bike POA e Bike Salvador.

 

O que acontece com os usuários com Assinatura Mensal ativa que NÃO utilizarem o sistema no período em que a medida de isenção é válida?

São Paulo e Rio de Janeiro: os usuários com Assinatura Mensal ativa que não utilizarem o sistema não receberão a cobrança do plano durante o período. A cobrança voltará às características anunciadas em 16/03/2020 (veja a página de São Paulo ou Rio de Janeiro) quando o período de afastamento social for encerrado.

Salvador e Porto Alegre: os usuários com Assinatura Mensal ativa que não utilizarem o sistema não receberão a cobrança do plano durante o período. A cobrança voltará às características regulares quando o período de afastamento social for encerrado.

Pernambuco: o período de isenção termina em 21/07/2020 e as cobranças acontecem normalmente.

 

O que acontece com os usuários com Assinatura Mensal ativa que continuarem utilizando o sistema no período de afastamento social?

São Paulo e Rio de Janeiro: O valor do plano será cobrado normalmente, com o valor de R$29,90 por mês, e todas as características comunicadas em 16/03/2020 continuam válidas (veja a página de São Paulo ou Rio de Janeiro).

Salvador e Porto Alegre: os planos permanecem com suas características regulares.

Pernambuco: o período de isenção termina em 21/07/2020 e as cobranças acontecem normalmente.

 

O que acontece com os usuários com Planos Trimestral ou Semestral ativos e vencimento próximo que NÃO utilizarem o sistema no período em que a medida de isenção é válida?

São Paulo e Rio de Janeiro: os usuários com Assinaturas Trimestral ou Semestral ativas que não utilizarem o sistema não receberão a cobrança do plano durante o período. Iremos manter a migração para o mensal, conforme comunicado em 16/03/2020 (veja a página de São Paulo ou Rio de Janeiro), mas apenas depois do período de afastamento social. 

 

O que acontece com os usuários com Planos Trimestral ou Semestral ativos e vencimento próximo que continuarem utilizando o sistema no período de afastamento social?

São Paulo e Rio de Janeiro: iremos manter a migração para o mensal, conforme comunicado em 16/03/2020 (veja a página de São Paulo ou Rio de Janeiro).

 

O que acontece com os usuários com Assinatura Anual ativa e renovação próxima que NÃO utilizarem o sistema no período em que a medida de isenção é válida?

São Paulo e Rio de Janeiro: os usuários com Assinatura Anual ativa que não utilizarem o sistema não receberão a cobrança do plano durante o período. A cobrança voltará às características anunciadas em 16/03/2020 (veja a página de São Paulo ou Rio de Janeiro) quando o período de afastamento social for encerrado.

Salvador e Porto Alegre: os usuários com Assinatura Anual ativa que não utilizarem o sistema não receberão a cobrança do plano durante o período. A cobrança voltará às características regulares quando o período de afastamento social for encerrado.

 

O que acontece com os usuários com Assinatura Anual ativa e renovação próxima que continuarem utilizando o sistema no período de afastamento social?

São Paulo e Rio de Janeiro: O valor do plano será cobrado normalmente, na data de vencimento, com o valor de R$239,90 por ano, e todas as características comunicadas em 16/03/2020 continuam válidas (veja a página de São Paulo ou Rio de Janeiro)

Recife, Salvador e Porto Alegre: os planos permanecem com suas características regulares.

Pernambuco: o período de isenção termina em 21/07/2020 e as cobranças acontecem normalmente.

 

E para os novos usuários?

A contratação de novos planos para os novos usuários segue com preços e características regulares. Caso haja uma nova renovação de plano no período de afastamento social, estes usuários receberão o mesmo desconto para os assinantes antigos.

 

Encerramento de campanhas promocionais.
As campanhas promocionais de Viagem Avulsa a R$ 0,90, Plano Mensal com 33% de desconto (de R$ 29,90 por R$ 20,00) e Plano Anual com 33% de desconto (de R$ 239,90 por R$ 160,00) em São Paulo e no Rio de Janeiro, foram encerradas devido a flexibilização do isolamento social das cidades.

 

São Paulo e Rio de Janeiro: todos os planos que não tiverem renovação no período em que a medida é válida continuarão com as características comunicadas em 16/03/2020 (veja a página de São Paulo ou Rio de Janeiro).