Sobre a tembici

Saiba como andar de bicicleta elétrica

Atualizado em 28 abr. 2022 Dicas Por: Redação Bike Itaú Leitura: 5 min.

A bicicleta elétrica é um modelo que traz mais praticidade na hora de pedalar, devido aos componentes que a tornam única. Muitas pessoas sabem como ela funciona, mas nunca a pedalaram. Por isso, vamos explicar como andar de bicicleta elétrica e dar dicas sobre essa experiência.

Como funciona a bicicleta elétrica?

A bike elétrica não é tão distinta do modelo tradicional, então pode ser pedalada com facilidade. O motor e a bateria são os dois elementos adicionais que fazem toda a diferença no funcionamento: juntos, fornecem energia às pedaladas, que passam a ser assistidas durante o percurso.

Basicamente, a bateria é carregada ao ser conectada com a energia elétrica e transfere essa carga para o motor. Ele, por sua vez, transforma-a em energia mecânica, que é acionada pelo pedal. Então, a movimentação do ciclista passa a ser acompanhada e não requer tanto esforço.

Como o motor é acionado pelos pedais, basta cessar o movimento para desligá-lo. A princípio, as rodas continuam girando por inércia e, aos poucos, ficam imóveis. Isso é diferente de quando o freio é acionado, já que a bicicleta elétrica para completamente.

Quando a bateria fica descarregada, consequentemente, o motor permanece desligado e não auxilia nas pedaladas. Basta recarregá-la por completo para voltar a andar de bicicleta com o apoio extra.

Preparação para andar de bicicleta

Antes de saber como andar de bicicleta elétrica, você pode começar a se preparar para essa experiência. Além de compreender o funcionamento dela, o que é indispensável, é importante conhecer o local por onde vai pedalar.

Os mapas da região podem ser acessados pelo celular antes de iniciar o trajeto, quando você estiver perdido ou na hora de procurar rotas alternativas para chegar mais rapidamente ao seu destino. Alguns deles também acompanham a corrida em tempo real, calculando a quilometragem do percurso.

Aproveite o mapa para verificar pontos de acesso a outros modais de transporte. Em alguns momentos, pode ser que você fique sem bateria e opte por finalizar o caminho pelo metrô na estação mais próxima, por exemplo. Algumas delas possuem vagões com espaço para as bicicletas.

Além disso, cada modelo de bicicleta elétrica possui uma bateria com duração diferente. Esse tempo varia conforme a potência e as distâncias percorridas, mas também pode ser reduzido caso a bateria não esteja em boas condições.

Pessoa andando de bicicleta elétrica.

Carregamento

A escolha da melhor bicicleta elétrica varia conforme os componentes dela, como a bateria de chumbo ou lítio. Ela já vem carregada, mas deve ser conectada à rede elétrica após a descarga. Por isso, siga as instruções do fabricante quanto a voltagem e tempo de carregamento adequados.

Caso ela seja carregada com o acessório incorreto, em outra voltagem ou por um tempo menor que o necessário, a vida útil e o funcionamento serão afetados. A bateria pode durar menos que o habitual e, inclusive, parar de funcionar.

Como pedalar o modelo elétrico?

Apesar de muitas pessoas não saberem como andar de bicicleta elétrica, essa dúvida está mais atrelada ao funcionamento que à prática em si. Agora que você já sabe como o motor e a bateria funcionam, tudo fica ainda mais fácil.

Como informamos anteriormente, o motor é acionado pelo pedal. Então, basta comprar ou alugar uma bike elétrica e se movimentar normalmente, como nos modelos convencionais.

A bicicleta elétrica híbrida pode ser pedalada com o auxílio do motor ou apenas com o impulso do ciclista. Essa funcionalidade é ideal para acionar em momentos de cansaço, quando se quer pedalar mais rapidamente, em subidas e terrenos irregulares.

Pedalar com a assistência do motor desligada durante todo o trajeto pode aumentar a autonomia da bateria, causa menos esforço a ela e prolonga sua vida útil. Entretanto, é importante tomar cuidado ao andar de bicicleta elétrica na chuva. Elas aguentam o contato com umidade,desde que a água não ultrapasse o eixo do motor.

Dicas de utilização da bicicleta elétrica

Em dias de chuva, evite passar a bicicleta por cima de poças d’água e em locais com alagamento. Apesar de resistir ao contato com a água, ela pode oxidar os conectores e gerar mau contato caso se acumule dentro do motor. Depois de pedalar nessas condições climáticas, seque a bicicleta e guarde-a em local coberto.

Na hora da limpeza, também não é recomendado usar jatos de água na estrutura. O ideal é retirar a bateria e limpar o restante com pano úmido e sabão neutro, sem encostar no motor e no controlador, para reduzir o acúmulo de sujeira.

A bateria fica conservada por mais tempo seguindo esses cuidados e guardando a bike sempre carregada. Quando não é utilizada por muito tempo e está sem carga, ela cria sulfato dentro das placas e, depois, não armazena a energia corretamente.

A troca só deve ser feita quando você reparar sinais de mau funcionamento, como a luz do carregador acendendo rapidamente, queda da autonomia, pouco tempo de duração da carga e menores distâncias percorridas.

Bicicleta compartilhada

Se você quer saber como andar de bicicleta elétrica na prática, as bicicletas compartilhadas de Bike Itaú são uma ótima alternativa. Elas estão disponíveis no Rio de Janeiro e podem ser utilizadas depois do cadastro e do pagamento de um plano no aplicativo.

Elas são retiradas em estações espalhadas pela cidade e podem ser pedaladas sem preocupação com recargas ou manutenções. Basta aproveitar bons momentos de bem-estar.

Acompanhe artigos sobre o uso de bicicletas

Em nosso blog, todas as suas dúvidas são esclarecidas, incluindo como andar de bicicleta elétrica. Continue acompanhando os conteúdos para ficar por dentro de novidades sobre as bicicletas e saber mais sobre o aluguel de Bike Itaú.